RSS
 

MALÉVOLA

Benedicto Ismael C. Dutra
04/07/2014



A fada Malévola zelava pela ordem natural que deveria manter a harmonia entre o espiritual, o enteal e o material. O egoísmo e a maldade romperam o equilíbrio. O ser humano se foi afastando da natureza e seus entes. Tendo recebido um reino de paz e beleza para evoluir vivendo em harmonia com todas as criaturas, os humanos se acorrentaram ao mundo material deixando de ouvir a voz do espírito.

Em seu afã de adquirir poder e riqueza cortaram a ligação com a entealidade e com o mundo espiritual. Malévola percebia que o ser humano vivia num mundo áspero, de ódios e vinganças, sem espaço para o amor verdadeiro.
Agora a reciprocidade atua a plena força. A entealidade traz de volta o que os humanos semearam com a sua avidez, evidentemente não se trata de uma coisa bonita de se ver. A paz e o progresso real somente poderão ressurgir quando os humanos restabelecerem as pontes que o ligam com a natureza e seus entes. Os humanos religados com a natureza e seus entes, e ao mundo espiritual. Esse o desejo de Malévola. Esse também deveria ser o alvo de toda a humanidade.



Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, faz parte do Conselho de Administração do Prodigy Berrini Grand Hotel e é associado ao Rotary Club de São Paulo. É articulista colaborador de jornais e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. É também coordenador dos sites www.vidaeaprendizado.com.br e www.library.com.br, e autor dos livros: “Nola – o manuscrito que abalou o mundo”;“2012...e depois?”;“Desenvolvimento Humano”; “O Homem Sábio e os Jovens” ,“A trajetória do ser humano na Terra – em busca da verdade e da felicidade”; e “O segredo de Darwin - Uma aventura em busca da origem da vida”(Madras Editora). E-mail: bicdutra@library.com.br; Twitter: @bidutra7
Enviar um Comentário:

Nome:
Email:
  Publicar meu email
Comentário:
Digite o texto que
aparece na imagem:

Vida e Aprendizado 2011.
Reproduçao total ou parcial do conteúdo deste site deverá mencionar a fonte.